Biografia


  1949   O pai de André e a sua muito grávida mãe mudam-se de Amesterdão para Maastricht. Poucos dias depois, nascia André sob o signo de Balança para se tornar um ávido natural de Maastricht. Nessa altura já tinha duas irmãs, tendo nascido depois mais dois irmãos e uma irmã. André continua a residir em Maastricht, a bela capital da província neerlandesa de Limburgo.
       
  1954   André e os seus irmãos e irmãs cresceram ao som da música clássica: sinfonias, música de câmara e ópera. Incentivado pelo pai, um maestro profissional, André começou a ter lições de violino aos 5 anos. A.R.: “No início, tinha uma enorme dificuldade para me concentrar. A minha professora de violino era tão bonita e tão loura que me apaixonei por ela e não conseguia parar de admirá-la em vez de ouvir as suas instruções!”.
       
  1967   Após o liceu, este talentoso jovem continuou a sua educação de violino no Conservatório em Luik e, mais tarde (até 1973), em Maastricht. Recebeu aulas de Jo Juda e Herman Krebbers.
       
  1974   André parte para o Conservatório em Bruxelas onde passa a ter André Gertier como seu professor.
       
  1975   Durante os seus estudos, André casa com o seu grande amor, Marjorie.
       
  1977   André Rieu termina a sua formação no Conservatório de Bruxelas com um prémio: o Premier Prix!
       
   1978    André e Marjorie têm o seu primeiro filho. Chama-se Marc. No mesmo ano, André Rieu cria a sua primeira orquestra: a Orquestra de Salão de Maastricht. Passam a actuar nos Países Baixos, na República Federal da Alemanha e nos Estados Unidos. Nessa mesma altura (até 1989), André assume funções de violinista na Orquestra Sinfónica de Limburgo.
       
   1981   André e Marjorie têm o seu segundo filho, Pierre.
       
   1987    André estabelece a Orquestra Johann Strauss. A.R.: “A Orquestra Johann Strauss existe desde 1987. Na altura, ensaiámos repetidamente durante meio ano. No início, a orquestra era apenas constituída por doze membros; agora temos 43 e em grandes palcos, por vezes chegamos a ser 50!”. No mesmo ano, o maestro da nova orquestra e a esposa criaram a sua própria empresa: André Rieu Productions.
       
   1988   O Dia de Ano Novo foi o palco para o grande evento; André Rieu e a sua Orquestra Johann Strauss deram o seu primeiro concerto. Pouco depois, seguiram-se algumas digressões pelo Benelux e pela República Federal da Alemanha.
       
   1994    O álbum “Strauss & Co” foi editado nos Países Baixos e depois aconteceu algo com que ninguém se atreveu a sonhar: ‘Strauss & Co” pôs toda a gente a ouvir e a dançar valsas no pequeno estado neerlandês! A.R.: “Este CD foi o meu ponto de partida. Uma das peças musicais deste CD é a ‘Second Waltz’, uma linda e muito melancólica valsa. De facto, a peça intitula-se “Waltz Nº 2 from Jazz Suite No. 2” por Dmitry Shostakovich, mas jamais se tornaria um êxito com um título tão pouco convencional. Marjorie pensou no título “Second Waltz” e foi assim que se tornou famosa. “Strauss & Co atingiu rapidamente o 1º lugar no Top 100 nos Países Baixos e o álbum permaneceu no Top 10 durante mais de um ano!”.
       
   1995   Durante um jogo de futebol internacional no estádio do Ajax em Amesterdão, o intervalo foi preenchido pelo homem de Maastricht com a “Second Waltz”. Tanto os espectadores no estádio como aqueles que viam o jogo pela televisão cantarolaram ao som da música. O Ajax acabou por vencer o jogo contra o Bayern de Munique e André Rieu conquistou assim milhares de novos fãs. Após um concerto em Harburgo, na ‘Musikhalle’ e várias actuações na TV, o álbum “Strauss & Co” é também editado na Alemanha, onde atinge os primeiros lugares dos topes e depressa entra no Top 5. O álbum permanece nos topes semanais durante meses e conquista vários discos de ouro e platina.
       
   1996    André Rieu é bombardeado pelos média como sendo o “Rei Moderno da Valsa” e lança os álbuns “Wiener Melange” e “In Concert” no mercado musical europeu. Uma vez mais, conquista as listas de música em vários países chegando a competir com ícones pop internacionais como, por exemplo, Madonna. A.R. sobre o CD “Wiener Melange”: o CD “Wiener Melange” contém dois solos de violino que adoro tocar. A temperamental melodia cigana Hör ich Zimbalklänge e Méditation da Ópera Thaïs von Jules Massenet. Já interpreto esta peça há vinte anos, mas continuo a achá-la fascinante. Também sinto o feedback do público, como se estivesse a viver realmente a melodia. É um sentimento fantástico e claro que me inspira bastante! A.R. sobre o CD “In Concert”: Acho que um CD ao vivo é sempre especial. Sente-se realmente o ambiente vivido durante o concerto. "In Concert" foi gravado no Concertgebouw em Haarlem, uma bela sala com um público fantástico”. Em 1996, André Rieu recebe um World Music Award em Monte Carlo.
       
  1997    Um ano agitado, durante o qual trabalhou arduamente. André Rieu tem pouco tempo para a sua vida privada e para a sua família, e está em constante digressão com a Orquestra Johann Strauss. Uma longa digressão de concertos leva o charmoso maestro e os seus músicos a percorrer metade da Europa. No entanto, André Rieu arranja tempo para gravar o CD “Stille Nacht”, realizando assim um desejo pessoal: “Durante a realização deste CD, seleccionámos músicas natalícias que ouço desde a minha infância. Trazem-me memórias dos dias de Natal em casa dos meus pais e nas inúmeras Missas do Galo em que participei como membro do coro”.
       
   1998   No álbum “Romantic Moments”, o “Rei das Valsas” dá ênfase às melodias de sonho, românticas. O tom é marcado pelo “Love Theme” de Romeu e Julieta. Além disso, André Rieu apresenta peças clássicas como "Etude op.10" de Chopin, o "Adágio" de Mozart e o melancólico "Far From Home Largo" da sinfonia “The New World” de Antonín Dvorák. A.R. sobre "Romantic Moments": “Trata-se de um CD completamente diferente de todos aqueles que fiz até então. Gosto de ouvir este tipo de música quando estou a sonhar acordado. Apesar de ter uma vida bastante agitada, sou uma pessoa muito romântica que adora a paz e o sossego. A música de Antonin Dvorak é capaz de me fazer feliz”.
       
   1999    A 3 de Junho de 1899 morre em Viena o rei das valsas: Johann Strauss jr. Precisamente 100 anos após a sua morte, André Rieu lança o álbum “100 jaar Strauss” (100 anos de Strauss). A.R.: “A minha admiração por este compositor é tão vasta que quis honrar os 100 anos da sua morte através deste álbum”. No final de 1999, André e a sua orquestra despedem-se do milénio com o CD "Fiësta".
       
   2000   A.R. sobre o CD “La Vie est Belle”: Compor é algo que sempre fiz durante toda a minha vida. Mesmo em criança já improvisava belas melodias no violino e mais tarde ao piano. Esta é a primeira vez que componho uma valsa em conjunto com o meu irmão, Jean-Philippe, e a coloco num CD: “La Vie est Belle!”.
       
   2001    Primeira Digressão no Japão. E a construção do seu próprio estúdio, onde André Rieu pode gravar e produzir os seus próprios CD’s, Vídeos, DVD's e especiais, tudo desde o início. O primeiro produto feito no estúdio de André Rieu é “Dromen” (Sonhos), comprovando que o estúdio é um enorme êxito!
       
   2002    O filho mais novo de André, Pierre, junta-se à empresa tratando de todos os assuntos relacionados com a produção técnica à volta dos concertos e gravações. O segundo produto do estúdio de André Rieu é “Tour d’Amour”, editado em 7 versões para todo o mundo.
       
   2003    A digressão no Japão é constituída por 17 concertos em 11 diferentes cidades japonesas. Para celebrar o seu 25º jubileu, André Rieu lança no Outono um CD comemorativo: “Romantic Paradise”. Para ter os seus fãs a celebrar consigo, "Romantic Paradise" passa a duplo no qual é oferecido um CD. É um enorme sucesso” O “Romantic Paradise Special” é gravado na pequena cidade italiana de Cortona. André convida alguns dos seus fãs para as gravações sob a forma de 3 concertos grátis. Fãs de todo o mundo viajam até Cortona para participar neste indescritível momento de beleza. Mais tarde nesse ano, começam as preparações para a digressão pelos EUA/Canadá que tem lugar em Abril e Maio de 2004.
       
   2004    No início de 2004, o "Romantic Paradise Special", gravado em Cortona, é nomeado para a Rosa Dourada em Montreal. Em Julho, é realizado um concerto espectacular para 18.000 pessoas no estádio de Parkstad na Kerkrade limburguesa. É a partir deste espectáculo que é criado o CD e DVD seguintes: “Der Fliegende Holländer/The Flying Dutchman”.
       
   2005   Após o tradicional concerto de Ano Novo na arena de Köln, a 1 de Janeiro, e uma digressão de Inverno plena de sucesso que teve lugar na Alemanha, Áustria e França, o “Flying Dutchman” voa com a sua orquestra durante a Primavera de 2005 até aos EUA e Canadá para uma extensa digressão com, nada mais nada menos, do que 19 concertos. Após uma digressão de sucesso, André deixa a sua cidade natal de Maastricht extasiada com três fantásticos concertos de Verão no Vrijthof. É a partir destes concertos que, mais tarde nesse ano, André lança um CD e DVD.
       
   2006   O ano de 2006 começa com a tradicional digressão de Inverno pela Alemanha. Em Março, é a vez da França. Em Abril e Maio, André volta aos EUA e Canadá. Foram visitadas 25 cidades, tornando-se assim a maior digressão do compositor realizada nos EUA/Canadá! Em Julho, André Rieu abre um novo escritório em Nova Iorque. Julho de 2006 torna-se o mês mais ocupado de todos os tempos. Em Viena, na praça Schloss Schönbrunn, é gravado um inigualável especial; trata-se da maior produção alguma vez realizada pela organização de André Rieu. Após menos de uma semana, André interpreta três concertos nocturnos de Verão na sua cidade natal de Maastricht com a especial participação do Harlem Gospel Choir. Este mesmo coro voltou uma semana mais tarde a partilhar o palco com André na sua cidade natal, Nova Iorque, onde foi gravado um segundo especial no mundialmente famoso Radio City Music Hall. Nessa noite, André e a sua orquestra conquistam os corações de milhares de americanos. O famoso teatro nova-iorquino estava ao rubro. Ambos os especiais são gravados em DVD. O novo CD é dominado pelo especial realizado em Nova Iorque. Setembro de 2006: 4 concertos em Tóquio; Outubro, Novembro e Dezembro: concertos na costa oeste dos EUA, Canadá, Alemanha e Bélgica. André Rieu assume-se como o verdadeiro Flying Dutchman mais do que nunca!
       
   2007   É emitida uma reportagem sobre a sua digressão norte-americana em 2006 na televisão neerlandesa como uma série em 6 episódios, mais tarde editada no DVD “André Rieu on His Way to New York”. O canal alemão ZDF apresenta o especial musical “Meine Welt ist die Musik” onde André Rieu pode ser visto na Toscânia, Veneza, Viena, Paris e Maastricht. O especial musical alemão surge mais tarde nesse ano sob o título “Romance” em DVD. Em Março, André Rieu inicia uma digressão com a sua orquestra pela Alemanha, Áustria, Suíça, Bélgica e França, seguida de uma digressão de Primavera pela América e Canadá. Também neste ano, André Rieu apresenta vários concertos nocturnos de Verão no Vrijthof em Maastricht. Em conjunto com o Harlem Gospel Choir, André Rieu apresenta-se em Setembro no Gelredome em Arnhem. Um concerto em Efteling é emitido em duas partes pela televisão alemã e neerlandesa. É realizada uma novela baseada nos preparativos para este especial. Durante o Outono, André Rieu visita a Austrália para promover os seus concertos de 2008, facto que se torna imediatamente o início de uma verdadeira loucura por André Rieu; em Outubro, torna-se o primeiro artista da história a ter 9 DVDs no top 10! E é então que é editado o duplo CD e DVD “In Wonderland”, gravado em Efteling. A 14 e 15 de Dezembro, André Rieu actua no Rogers Centre em Toronto, Canadá, o maior estádio dentro de portas do mundo onde representa uma noite vienense com o cenário do castelo Schönbrunn de Viena atrás de si. Este é o ponto de partida para a grande “World Stadium Tour; A Romantic Vienna Night”.
       
   2008   A grande e espectacular digressão “A Romantic Vienna Night” também passa pela Europa. Com um cenário que ilustra, à escala real, o fantástico castelo imperial de Schönbrunn (tornando-se o maior cenário móvel do mundo!), André Rieu actua em conjunto com a sua Orquestra Johann Strauss em Dusseldorf, Leipzig, Amesterdão, Paris e Bruxelas. O espectáculo inclui, entre outros, os Platin Tenöre, o ballet da Weense Staatsopera, os 80 Wiener Debutanten, os Gouden Koets com a czarina Sissy e o czar Franz Joseph, e a Associação de Patinagem Artística Vienense. Esta enorme companhia, com dois castelos, foi enviada em Setembro deste ano para a Austrália para os concertos da digressão “A Romantic Vienna Night. Em Março, André Rieu atinge um novo recorde: o milésimo artigo é vendido na Austrália. A Austrália encontra-se completamente enfeitiçada por André Rieu. A 7 de Abril de 2008, André Rieu e a sua Orquestra Johann Strauss são galardoados pelo Presidente da Câmara de Leers com a Eremedaille em ouro, o símbolo honorário mais importante da cidade de Maastricht.
O próximo ano está praticamente todo voltado para a Austrália. Aqui André Rieu com seus cd’s mas sobretudo com dvd’s vai amontoando recordes após recordes. Ele é o artista com maior sucesso no ano de 2007 e 2008 com mais de 2 milhões de exemplares vendidos até ao fim deste ano. A partir de meados de Novembro, Rieu desloca-se pela Austrália com mais de 500 pessoas ao serviço com a sua réplica Schönbrunn. Perto de 300.000 pessoas assistem aos seus concertos na Austrália. O concerto em Melbourne com mais de 38.000 espectadores é transmitido ao vivo pelas televisões australiana e holandesa. Além disso é lançado o DVD ‘Live in Australia’. 2008 é para André Rieu e a sua orquestra um ano de muito sucesso. No fim surge o seu nome como único artista clássico nos dez mais da lista Pollstar, uma lista bem conceituada das melhores tournées no mundo inteiro. Só mesmo nomes como Madonna e The Police ficam acima do ‘King of Waltz’.
       
 

2009 

 

Por tradição o ano de 2009 começa com o concerto de Ano Novo na Arena em Colónia, seguido depois por uma tournée na Alemanha, Áustria e Suíça. Para Março já está planeada uma tournée no Japão. Abril, Maio e Junho estão planeados para realizar 24 concertos na América do Norte e Canadá. No fim deste ano Rieu segue novamente para a Austrália, desta vez com uma tournée Arena pelas principais cidades. No fim de Janeiro já praticamente não havia bilhetes para a tournée. Só em Melbourne e em Sidney há possibilidade de realizar concertos extra. André faz então 60 anos e já é avô de três netinhos! Ele sobe 2 lugares para o número 6 na Billboard Chart para os Tours mais vendidos no mundo inteiro. Nos Estados Unidos ele torna-se no artista clássico mais vendido do ano. Em Dezembro André actua juntamente com Lady Gaga & Michael Bublé para a Queen Elisabeth II, a rainha da Inglaterra.
 

 

 

 
   2010  

Após esta actuação perante a rainha Britânica, André vai também actuar perante a rainha Beatriz da Holanda nas grutas de Valkenburg, por ocasião dos 125 anos de existência de VVV [informação turística]. Em Abril André conquista a África do Sul. Apesar de uma partida atribulada da Europa devido às ‘cinzas vulcânicas’ vai tornar-se uma tournée de grande sucesso com concertos em Sun City, Durban e Cidade do Cabo. Também neste ano é rodado um soap sobre os preparativos da tournée da África do Sul; “André Rieu a caminho da África do Sul”. Em Janeiro André bate o recorde com 20 anos de Nigel Kennedy na Inglaterra, tornando-se o primeiro artista com um álbum clássico a figurar na 2a posição de popcharts. André actua no Classical BRIT Awards e em Setembro já está programada uma tournée pela Inglaterra. Como se isto tudo não bastasse estão programados para este ano ainda 2 tournées pelos EU e Canadá, uma tournée pela Austrália e Nova Zelândia e dá ainda 8 concertos no Vrijthof em Maastricht. No dia 11 de Junho será gravado um TV-special na ‘ilhas das flores’ alemã de Mainau. Se bem que o ano ainda vai a meio, André já foi distinguido com vários prémios como um Multi Platinum Award na África do Sul e o Prémio Europeu da Cultura (Medaille Charlemagne) por contribuir para a união de tantas pessoas.

Em Agosto, André é acometido por uma infecção viral. Pela primeira vez nos seus 32 anos de carreira, ele precisou cancelar os concertos devido a doença. Em Novembro, ele retoma a sua turné com um concerto na Antuérpia, seguido pela sua primeira turné no México.

    
 2011 Nos primeiros meses, André e JSO apresentam-se na Alemanha, Áustria, Suiça, Dinamarca. Desde o início de Março começam a pôr em dia os concertos remarcados na África do Sul, Irlanda, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, bem como os 2 concertos esgotados de estádios, em Amsterdão.
André lança o DVD Fiesta Mexicana! – um concerto e documentário da sua turné em 2010, no México. Em Julho, é lançado o livro André Rieu: A pessoa por trás do fenômeno. Este foi produzido pelo top fotógrafo holandês, Govert de Roos, que o descreveu como “Uma viagem de 1000 dias, com André Rieu”.
Em Abril, André recebe um telefonema de Anthony Hopkins – o ator vencedor do Oscar escreveu música por muitos anos, mas compôs a sua última peça “And The Waltz Goes On” especificamente com Rieu em mente para interpretá-la. Rieu ficou tão entusiasmado sobre a peça que imediatamente estabeleceu planos para gravá-la. A esposa de Hopkins comoveu-se até as lágrimas, durante a apresentação inicial da melodia.
 “Por vários anos, tenho sido um grande admirador de André Rieu. Ele é um músico magnífico. Minha esposa e eu tínhamos o mesmo sonho de um dia conhecê-lo. Portanto, enviei-lhe algumas músicas que escrevi. Para mim, é um sonho que se realiza, pois André a interpretou com a sua orquestra. Estou totalmente nocauteado com o resultado. Ficou ainda melhor do que eu esperava!”- disse Anthony Hopkins sobre a sua colaboração com André Rieu.
Sir Anthony Hopkins e a sua esposa voaram num jato particular até Maastricht para assistir os concertos na cidade natal de André, onde este a interpretou pela primeira vez para uma multidão enorme. Rieu incluiu a valsa no seu novo DVD e álbum e apresentou-a no Outono nas turnés dos EUA, Canadá e México.

Em Setembro, André iniciou com as gravações para o seu especial de Natal “Home for the Holidays” [Casa para o feriado] que foi exibido em Dezembro na televisão alemã.
    
 2012 As turnés na Alemanha, França e Dinamarca foram retomadas e em Maio ele deu os seus primeiros concertos no Brasil. Em Maio e Junho, 150.000 pessoas visitaram os seus 24 shows em São Paulo. André e a sua orquestra apresentam-se no Domingão do Faustão, um dos maiores e mais antigo programas de TV no Brasil. O programa teve a melhor audiência, desde o seu início, há 23 anos atrás.

Em Junho, André deu os seus tradicionais concertos na cidade natal, que foram gravados e transmitidos nos cinemas em todo o mundo. Em Julho, ele ganha a posição N° 1 do top musical na revista Billboard Magazine, antes de Kenny Chesney, Brad Paisley, Cirque du Soleil, Van Halen e Nickelback.
 













 




















 

 

 

bio_2007-1

 

bio_2008-1

bio_2008b-1

 

bio_2009_2b-1

 

bio_2010-1

 

Copyright © 1999 - 2014 André Rieu Productions BV - All Rights Reserved
Condiciones de Utilizatión y Cláusula de Privacidad